Deflagrada greve a partir de 15/7

Em função do não pagamento dos nossos salários, conforme prometido pelo Grupo Galileo, que seria realizado no dia 5/7, depois adiado para o dia 10/7 e, em seguida, para o dia 12/7, o que também não ocorreu, tendo contado com a nossa complacência e adiamento de greve, por Assembleia, nas datas indicadas, a Adoci, representada pelos professores, orienta aos docentes da UniverCidade, que seja cumprida a decisão da assembleia da última quarta-feira, dia 10/07: GREVE A PARTIR DO PRIMEIRO HORÁRIO DE SEGUNDA-FEIRA, DIA 15/07.

A ADOCI, assim como a ADGF e a representação dos funcionários da UC e da UGF foram convocadas para reunião de emergência pelo diretor presidente do Grupo Galileo, Alex Porto, ontem, 12/7, por volta das 16h.  Na oportunidade, a professora e vice-presidente da nossa associação, Magna Correa, e demais participantes foram informados da inviabilização do acordo financeiro com o Banco Mercantil do Brasil, para pagamento de nossos salários.

A instituição informou que durante toda a semana discutiu procedimentos de aporte financeiro com o Banco Cédula, oferecendo como garantia real, o imóvel pertencente ao Grupo.

Diante desta situação, segundo o diretor presidente Alex Porto, a expectativa de regularização dos salários de junho e 1/3 de férias de 2011, será adiada para a próxima semana.

A situação está insustentável, não somente pelo atraso do pagamento do salário dos professores, como o cumprimento do Termo de Compromisso firmado com a categoria, pois seria a partir deste mês que o Grupo Galileo iniciaria o pagamento dos percentuais de salários anteriores, atrasados por quatro meses. Além desse quadro caótico provocado pela mantenedora, que vem se arrastando desde quando assumiu a administração da UC, falta de segurança, infraestrutura (elevadores, papel higiênico, serviço de limpeza e manutenção de equipamentos e biblioteca) são os pontos principais de reivindicação dos docentes, discentes e funcionários.

A mantenedora alega inadimplência dos estudantes tanto da UC quanto da UGF, de aproximadamente 40%. Essa semana, tivemos a notícia de que a mantenedora aumentou as mensalidades dos estudantes e suspendeu bolsa de estudos e descontos de quem possuía este benefício.  Mesmo assim, apontou a necessidade de aumentar a receita, embora não tenha feito um trabalho efetivo de divulgação dos vestibulares de ambas instituições e indicaram no Edital um número reduzido de vagas para os cursos oferecidos.

Diante do exposto, a ADOCI passa as seguintes orientações aos docentes:

1 )  Todos devem comparecer a Assembleia da próxima segunda-feira, dia 15/07, às 13 horas, na sede do Sinpro-Rio, Rua Pedro Lessa, 35, 2° andar,  para tomada de posição e ações junto ao grupo controlador;

2 )  Os professores deverão informar aos estudantes sobre a GREVE através de e-mails. O ponto não deve, nem precisa ser marcado;

3 ) A greve tem amparo legal através de Edital publicado nesta semana em jornal de grande circulação (EXTRA).

A ADOCI continuará cobrando solução de todas as  demandas ao Grupo Galileo Educacional.

assembleia_cidade 15_07

Anúncios
%d bloggers like this: