Adoci e Sinpro-Rio denunciam Grupo Galileo no MPT

Os recentes descumprimentos dos termos de compromisso firmados pelo Grupo Galileo, aos professores da UniverCidade, fizeram com que as instituições Sinpro-Rio e Adoci, acompanhadas do deputado Robson Leite, relator da CPI da educação superior comparecessem ao Ministério Público do Trabalho para audiência com a procuradora,  Dra. Dulce, na quinta-feira, dia 5/9/2013.

Além da denúncia dos novos descumprimentos provocados pelo Grupo mantenedor da IES, foi solicitado pelos representantes das instituições, Wanderley Quedo, presidente do Sinpro-Rio, junto ao presidente e à vice-presidente da Adoci, professor Sidnei Amaral e Magna Correa, a criação de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a proposta de pagamento recebida na última semana.

Na ocasião, o Deputado Robson Leite, relator da CPI da educação superior privada entregou o relatório a procuradora e o presidente do Sinprorio Wanderley Quedo apelou por ação do Ministério Público que ampare os trabalhadores. Magna Correa apontou à procuradora as várias irregularidades cometidas pelo grupo após adquirir a mantença.

Veja a Ata de Audiência 

Anúncios
%d bloggers like this: